Tuesday, March 07, 2006

^[BruNo]^ SimomurA

Nova Alma...roubada!


O Dia ta Nebuloso

Choveu a noite toda...

Um frio, uma garoa

Trazendo velho gozo...

Enquanto tantos idolatram

Meu belo inimigo,o Sol

Oferto a Escuridao

Cheiro de Mofo e Formol

Se sou feliz com a Morte

Nao me olhe com descaso

Pois que o rancor agravo

E roubo pra mim tua sorte

Vivo das Almas perdidas

Almas ofertadas

Ate das roubadas

E mesmo assim, amigas

Se ama a Me, entenda

O Breu de tua vida

Se enfeita de Preto e rendas,

Tua mente mais colorida...

Me

2 comments:

^[BruNo]^ said...

Olá Me, sinto-me muito feliz em minha nova casa ! Obrigado por roubar minha alma, estou lisongeado e reafirmo que sou um visitante de carteirinha e agora um morador que faço parte desse lar

beijos

Nat Vamp said...

Alma fúnebre de um contagioso pensamento, a morte, pensamentos que saem guturais de vozes contidas... escondidas, nunca esquecidas, chamando, convidando os desavisados, para alguns acalmando e para outros desesperando, hum, adoro esse pensamento de que temos o poder de causar calafrios e assim mais almas passam a fazer parte de uma coleção que para muitos seria uma lenda... aproveite esse belo pensamento mortal e faça seu banquete com almas inocentes, parabéns e continue, estarei lendo sempre que puder.
Abraços congelantes,
Nat Vamp.