Tuesday, February 21, 2006

Trauss

Mais uma Alma veio alimentar a Me...

Sangue...
To com fome, senhor das trevas
Que me domina, que nao e homem...
To com fome de sangue, de vida
Cerrar os dentes ate secar a fonte...
To com a mesma fome de ontem
Pois que so consegui insetos
To com sede, sede de obito
Pois que na lesma nao tem carne
Nao tem corrente sanguinea
Cansei das baratas, dos ratos...
Quero algo entre o A e o B negativo
Quero choro, quero riso
Das criaturas da noite nos becos
To com fome de ti
Meu escolhido da hora
Nao queira fugir mas, tente
Pois te apanhar vai ser melhor
Se antes houver luta
O sangue do medo coagula
E certamente matara minha fome!
Vai hoje, agora, vai ser meu,homem!

1 comment:

Leni martins said...

Oiiii Me...arrazou no blog e neste poema....lindo apesar deu ser da luz rsrsrrsrsr....nada de trevas...rsrrsrsrs...meus parabéns.
Beijos
Leni Martins