Thursday, February 23, 2006

666


Alma presa...Cyber
Eu vi tua sombra
Espreitei do escuro tua chegada
Sabia que tua Alma em minha morada
Entrava sem que eu tivesse tomado
Veio por si so e ficou preso
Nas ramas do mal e do medo
Desse modo petrificado
Es meu!
Sem volta!
Mesmo que fuja, nao importa...
Minha teia impede tua saida
Pois que quando Alma nao foi roubada
Quando por vontade propria fez a entrada
Nao sai nunca mais pois esta morta!
Sairia se estivesse viva...
Me

1 comment:

O Sem Alma! said...

Hã....

SOCORRO!


:)

Muito bom o poema.